DO ZERO A NUNCA MAIS TER QUE PENSAR EM DINHEIRO NO FINAL DE CADA MÊS

Terça-Feira, 11 de Maio de 2021




PEDRO GONÇALVES


KW Flash Algarve – Barlavento

Portugal

Nome da equipa: Pedro Gonçalves Group

Nº de anos de experiência no setor imobiliário: 8,5 anos

Antes de entrar para o imobiliário: Vivia para o futebol. Esteve nessa atividade desde os 8 aos 33 anos. E tinha uma loja de material de desporto com a mãe que acabou por ir perdendo negócio com a entrada das grandes superfícies na cidade. Trabalhou ainda durante 6,5 anos na Hotelaria (recepção de Hotéis). E um 1 ano como vendedor de Tabaco e outros produtos relacionados.




Resultados a destacar



Número Total de Transações: 240 até à data.

Comissão Total Bruta: mais de 722 mil euros em 8,5 anos.


Melhor ano, nr de transações: 44 transações.

Melhor ano, faturação: 141 369 mil euros.



A Equipa


O Pedro é quem trata das Angariações e Vendas na equipa e conta atualmente com mais uma pessoa para a parte Administrativa e Técnica e outra para o Marketing e Base de Dados.




Breve Resumo


O Pedro Gonçalves começou pela primeira vez nesta atividade em Julho de 2012. Não tinha qualquer experiência no setor e nem estava antes nos seus planos vir a ser Consultor Imobiliário. 


Aliás, mesmo conhecendo alguns amigos no ramo, esta era uma profissão que o assustava por não saber com quanto poderia contar no final de cada mês. 


Foi quando veio a uma entrevista para se candidatar a uma posição na recepção, que uma longa conversa com o José Bernardo (atual Operating Principal da KW Flash) e outros colegas da empresa, o deixou de tal forma entusiasmado que mudou a sua perspetiva e a sua vida. 


Embora não tenha sido uma decisão fácil inicialmente, porque não foi logo que começou a faturar os valores desejáveis para si e para a sua família, o Pedro acreditou sempre que aquele era o caminho certo. Sobretudo, porque havia um indicador que lhe dava confiança: só nos seus primeiros 6 meses ele fez 14 angariações. E porque acreditava que estava com as pessoas certas! 


Assim, no ano a seguir a esses primeiros 6 meses já faturou 26 mil euros e, depois disso, foi sempre crescendo. Apesar de um crescimento mais lento durante os primeiros dois anos, num altura em que no país só se ouvia falar em crise em 2012/2013. Mesmo assim, Pedro nunca desistiu e foi em 2017, quando foi Capper* pela primeira vez dentro da KW Flash e no mesmo ano em que decidiu criar a sua empresa, que faturou ainda sozinho 113 mil euros. Ou seja, nesse ano ultrapassou a sua própria expectativa:



“Em 5 anos faturei sozinho aquilo que pensaria faturar

daí a 10 anos com uma equipa de 5 ou 6 pessoas.”



Em 2018 contratou a sua primeira colaboradora e atualmente já são 3 pessoas na equipa, com a perspetiva de continuar a crescer. Olhando para trás, embora admita que os primeiros dois anos foram realmente desafiantes, nestes 8,5 anos já faturou mais de 722 mil euros em comissões imobiliárias na KW Flash. E, hoje, nunca mais quer voltar a ter que pensar no final de cada mês!


Tendo vindo do futebol, onde está o Pedro veste sempre a camisola. Talvez também por isso, em 2020 foi nomeado como um dos Embaixadores da Cultura da Keller Williams em Portugal, um reconhecimento a nível nacional que o enche de orgulho e com um valor acrescido que ainda não conseguiu quantificar!




Chaves para o sucesso:


Acreditar, mesmo quando mais ninguém acredita – É preciso acreditar que se está com as pessoas certas e acreditar naquelas pessoas. É por esse motivo que Pedro considera como um dos  momentos mais decisivos da sua carreira, aquela primeira conversa com o José Bernardo quando entrou na empresa, que o fez dar o primeiro passo. Outro momento que recorda como importante, foi uma conversa que teve com um colega nos seus primeiros tempos, quando em alguns dias se colocava em causa e pensava em desistir, que contribuiu para que acreditasse mais em si também. Bem como o seu primeiro negócio (CPCV*) e a sua primeira venda (escritura*), que o motivaram a continuar e validaram que estava no caminho certo.


Compreender que, mais do que a marca, quem interessa és tu – Esta realização o Pedro só teve quando em 2015 o informam que ia mudar de marca para a Keller Williams, e não foi imediata. Mas ocorreu durante esse ano de crescimento profundo. Na altura, demorou algum tempo para que compreendesse que não iria perder estatuto pelo facto de mudar de marca. 


Pelo contrário, a razão pelo qual as pessoas faziam negócio com ele, era ele próprio. Foi a KW que lhe trouxe esta mentalidade. E foi com a KW que começou efetivamente a ter controlo sobre os seus números, sendo o primeiro Consultor a alcançar o patamar de Capper* no seu Market Center* em Portimão, em 2017, que acabou por ser o mesmo ano em que decidiu criar a sua empresa. Até então, ele era apenas uma pessoa conhecida que fazia transações imobiliárias porque conhecia umas pessoas. Só com a KW, é que Pedro sente que finalmente começou a ter o seu negócio estruturado. A partir daí, a faturação aumentou significativamente e, com o aumento do volume de trabalho, decidiu começar a construir a sua equipa.


Aprender a delegar – É com o novo desafio de contratar mais pessoas para o ajudarem a crescer o seu negócio, que acresce também a responsabilidade e vem a necessidade de aprender a delegar. Mas Pedro conta que, é quando a equipa está a funcionar em pleno e consegue ir descansado de férias por mais semanas do que o habitual, sem que o seu negócio pare, que percebe o quanto isso tem de bom! 




Inspiração:


O que mais o motiva nesta atividade é, sem dúvida, o gosto por estar sempre a conhecer pessoas novas - É algo que lhe é natural, uma vez que sempre se sentiu atraído por falar com pessoas que não conhece e tentar conhecê-las um pouco mais. Conta que nos casamentos ficava sempre nas mesas de quem não conhecia e adora.


Move-o também o sentido de responsabilidade que adquiriu nesta atividade - Antes tinha sempre o apoio de outras pessoas. Nesta atividade aprendeu a contar mais consigo próprio. Tem uma equipa e tem de a manter.


O reconhecimento também ajuda - O ver os resultados do seu trabalho ajuda-o a continuar a acreditar naquilo que faz e inspira-o a todos os dias ir trabalhar.


A cultura da KW Flash é uma das suas maiores fontes de inspiração - Aqui não é cada um por si e cada um tem de crescer para poder ajudar os outros. É aqui que aprendeu que para ser uma melhor pessoa, tem de estar bem e crescer. E é também aqui que o desafiam diariamente a ultrapassar os seus próprios limites. Cada patamar que sobe tem de deixar de fazer as coisas que já fazia bem feitas para começar a fazer outras que nunca tinha feito. Isto tudo é cultura. E é o que distingue a Flash.



“Estás a investir em ti.”






Geração de Leads:


Todas as pessoas da sua equipa têm essa responsabilidade. Pedro explica que geração de leads não é fazer negocio. Mas é a base do negócio. É acrescentar novas pessoas todos os dias à base de dados, que tenham algum interesse em vender ou comprar casa.


Se antes já era nas redes socais que conseguiam mais leads, agora com a pandemia e mais pessoas em casa, o posicionamento do Pedro Gonçalves Group ainda é mais lá, para manter uma comunicação regular com essas pessoas e conquistar mind share.


E as leads são mesmo dessa presença na rede social, esclarece. Não da relação pessoal que possamos ter com as pessoas. É a forma como nos mostramos, nos explicamos e damos a conhecer os nossos valores que faz com que nos escolham.




Conselho:


Pedro conta que quem começa como Consultor Imobiliário faz-lhe sempre a mesma pergunta. Se o facto de ser uma pessoa conhecida por causa da loja que teve e do futebol pode ter ajudado. 


Embora possa em parte ter contribuído para que conheça muitas pessoas, Pedro diz que quando se vem de outro meio, não basta isso para ter reconhecimento imediato nesta área. Só o tempo, o profissionalismo e a experiência a trabalhar na atividade o fazem.


E que o conselho que dá a toda a gente é começar pela lista de contactos que têm no seu telemóvel e nas redes sociais. É por esse número de pessoas que devem começar. E não basta contactar uma vez. Sempre que se contacta deve anotar-se quando vamos contactar novamente. Não tem que ser por telefone. Pode ser uma Newsletter, um Postal de Natal ou outro seguimento qualquer. Mas de alguma forma, temos que ir “atingindo” aquelas pessoas para ganhar a sua quota mental. É o sistema de geração de leads mais simples de sempre!  É ir contactando e ir repetindo as mesmas pessoas. 


Não queiram fazer tudo. Escolham duas ações e façam-nas bem. Só assim conseguem criar um sistema, que mais cedo ou mais tarde vai trazer resultados. É preciso voltar ao básico!




O Próximo Ano e o Futuro:


Relativamente ao próximo ano, Pedro diz que o objetivo para 2021 é passar de 3 a 5 pessoas na sua equipa. E que é também atingir uma faturação de 200 mil euros, ainda em 2021.


Acredita que ao longo deste ano toda a atividade será ainda muito centrada no digital, e que vê vantagens nisso ao nível de conseguir organizar o seu tempo de forma mais rentável, nomeadamente porque poupa tempo nas deslocações quando reúne com os seus clientes proprietários de forma online. Mas que continuará a cultivar um negócio de relação, em que nunca faltará “aquele abracinho” sempre que for necessário. Tem que haver um equilíbrio entre as duas partes.





ARTIGOS SUGERIDOS




SUBSCREVA

A NOSSA NEWSLETTER